Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O escritor que já não escrevia #7

por cineteratura100mg, em 27.05.14

 

Durante o dia fumou cinquenta e cinco cigarros, até se dar conta de que já não tinha mais nenhum. Gastou cento e sete post-it que acabaram amarfanhados no lixo e não comeu nada além de uma sopa já ligeiramente rançosa que estava no frigorifico. Eram nove da noite quando saiu de casa. Não mudou de roupa. por baixo da casaco coçado levava a mesma roupa do dia anterior. Ele cheirava a cigarro e a odores corporais. Estava escuro porque a cidade naquela parte era muito menos luminosa. Um cão defecava debaixo do plátano que cobria de sombras a porta do Escritor. Ao olhar, o Escritor pensou que a sua vida cheirava exactamente da mesma maneira que os dejectos do cão.

Foi comprar dez volumes de cigarros. O homem do quiosque ainda olhou inquisidoramente para o Escritor mas ele não lhe deu troco. Não queria que lhe perguntassem do livro que não estava capaz de escrever. Ao voltar a casa esqueceu-se do cão e pisou algo que estava no chão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



perfil

 photo 01206fd6-bfa9-48ec-9a24-de0761c942a1_zps232780df.jpg

contador


online


Posts mais comentados